sábado, 25 de abril de 2009

preciso de uma cerveja gelada e uma boa música.
preciso é ficar sozinha e parar de pensar.
talvez, dormir. mas daí vem o sonho. não!
ficar acordada quem sabe, vegetando, seria meu momento mais agradável.
gostaria mesmo agora era apagar a memória e correr em um campo de flores coloridas como em cena de filme.
pular no rio e rolar na grama, sem pensar em outra coisa sem ser no aroma que as flores deixaram em meu corpo.
correr nua, sem vergonhas, abraçar o sol!
eu preciso urgentemente parar de beber.

5 comentários:

Allan Kern disse...

não sabia que tu tinha blogue!

depois vou botar lá nos meus links.

um curinga disse...

lindo lindo..
me fez pensar, visualizar e sorrir.

estou em uma busca .. q nao sei oq é.. acho que é uma necessidade de sabedoria, uma vida não será sulficiente para entender tudo isso ao nosso redor.. mais não vou parar e ligar o piloto automatico da vida.

sou muito novo ainda.. mais nao quero esperar o tempo me trazer respostas..

Johny Barile disse...

ai vai uma dica de uma boa musica ouço quando estou bebado e quando estou sobrio rs
http://www.youtube.com/watch?v=paeNnR33i5Q

Edgard ♠♦O Pierrot♥♣ Antonello disse...

Saudações circenses!
Não se reprima menina, a bebida é fuga do clima! Feliz triste embriagado, que sempre chora por machucado comprado.

Se suas memórias pudesse vender, que causariam a quem viesse aquerer?

Saluto-te, e assim sigo-te.

Jana :) disse...

Gostei demais!!!Gostei muito da forma radical e sutil caminhando juntas, fazem com que as coisas pareçam estáveis e ao mesmo tempo confusas! Tô te seguindo! *-* Se quiser e se puder dá uma passada no meu blog, dá uma olhada, quem sabe você não curte alguns textos?! Beijos :*